História

São João do Arraial é um município do estado do Piauí. Localiza-se na microrregião do Baixo Parnaíba Piauiense, mesorregião do Norte piauiense. O município tem 7.337 habitantes (2010) e 213 km². Foi criado em 1997. Antes de ser emancipada no ano de 1996, pertencia ao município de Matias Olímpio, cidade localizada à 18 km de São João do Arraial. A cidade começou a ser povoada por volta da década de 30 por agricultores vindos do vizinho Estado do Ceará. O primeiro morador a construir moradia na região foi Manoel Onofre de Santana. Depois dele outros vieram a fixar residência nas proximidades, formando-se o povoado Marajá, dentre outras vilas de moradores ao redor. Nos anos 80 começa-se a formar o povoado Arraial. Anos depois, a distância do Município de Matias Olímpio dá-se início a um movimento pela emancipação do povoado rural. O movimento pela emancipação foi liderado por Bernardo Araújo Rocha, conhecido popularmente por " Senhor Binú". Em 1996 acontece a primeira eleição do Município recém criado, tendo Bernardo Araújo Rocha o seu primeiro prefeito. Em 1 de janeiro de 1997 é criado, de fato, a cidade de São João do Arraial.
 
Cultura de ''São João do Arraial'' é o Festival Cultural dos Cocais, que ocorre todo ano, no mês de julho na cidade. É considerado um dos maiores festivais de cultura da região. Festejam também os Santos Católicos:
Santo Antônio - 13 de Junho
São João - 24 de Junho
São Pedro - 29 de Junho.
Em Junho, comemoram a festa do Padroeiro São João. Festejam estes santos em Fogueira e em festas.
 
ECONOMIA
Devido ao isolamento dos maiores centros comerciais do Piauí, a cidade criou um banco local para contornar a falta de serviços bancários, o Banco dos Cocais, criado em dezembro de 2007, inspirado na experiência do Banco Palmas. Com o banco foi criada uma moeda própria, aceita apenas na cidade, o "cocal”, (uma espécie de moeda social).
 
O Conselho do banco é de responsabilidade da sociedade civil, da prefeitura e entidades locais. Além da distribuição da moeda, a instituição funciona para pagar os servidores da região, arrecadar taxas públicas, como de água e energia, e distribuir benefícios como o Bolsa Família. Tem reconhecimento do Banco Central, desde que circule o dinheiro somente na cidade. As notas distribuídas vão de C$ 0,50 (Cinquenta centavos de Cocais), C$ 1,00 (Um Cocal), C$ 5,00 (Cinco Cocais) e C$ 10,00 (Dez Cocais). A moeda cocal tem valor equivalente a moeda nacional R$ (Real).
 
As cédulas são estampadas com ícones da cultura e economia local, além possuir um selo que dificulta a sua falsificação, com o custo de R$ 0,15 por moeda fabricada. O responsável pela impressão das notas é o Instituto Palmas, gestor e certificador de bancos comunitários no Brasil. 
 
 
Joelson Oliveira
Equipe de Comunicação – P. M. São João do Arraial